Técnicas para descer barrancos e degraus

Conheça 3 maneiras para descer um barranco ou degrau

Quem pratica MTB já sabe, a qualquer momento pode aparecer um degrau no meio do caminho e você tem uma fração se segundo pra decidir como irá transpor aquele obstáculo. Salto, desco devagar, desco da bicicleta e empurro, rezo, fecho os olhos ou caio?

Como acontece em qualquer esporte, as técnicas devem ser treinadas e decoradas, portanto, se você ainda não tem muita experiência na coisa vale a pena ir com calma até se acostumar, depois você poderá sentir a emoção e até o friozinho na barriga ao superar esse tipo de obstáculo, superando também seus próprios limites.

Muitas vezes esses degraus são mais altos que a capacidade de descida da bicicleta e para transpor você será obrigado a saltar ou descer da bicicleta. Um degrau de 60cm pode ser um grande obstáculo para uma bike 26″, mas para uma 29″ ele é baixo. Claro que as condições podem variar, se ele tem quinas vivas em cima e em baixo, geralmente criadas pela passagem de um trator ao abrir uma estrada, ele é mais assustador, mas os barrancos “amaciados” por outros bikers tem um desenho mais arredondado e suave, dá pra encarar mais facilmente.
Quando existe a possibilidade de dar uma boa olhada nas condições do degrau, vale a pena medir a altura para saber se pega na coroa, e se pegar pouco, você desce sem problemas, lembre de deixar os pedivelas na horizontal.

img_Superando_Degrau_no_MTB

Para usar a técnica de descida contornando o degrau, experimente a altura, verifique se não pega na coroa.

Primeira Técnica
Desça devagar, com os dois pneus no chão, contornando o obstáculo. Nessa passagem seu corpo vai para trás na mesma proporção que a roda dianteira desce o degrau, assim a bike não vira pra frente.
A postura é bastante radical, você deve ficar atrás do selim, praticamente sobre a roda traseira, para que o centro de gravidade da bike seja alí, não sobre o guidão. Tome cuidado ao voltar para a posição normal de pilotagem, passando rapidamente pelo selim se se enroscar nele.

img_MTB_Descendo_Barranco_Contornando1

Na Primeira Técnica, contorne o degrau jogando seu peso para trás, sobre a roda traseira.

Segunda Técnica
Degrau alto para descer contornando, você terá que saltar. Para transpor um desnível saltando será necessário maior velocidade (e treino também), pois um erro de cálculo resultará em tombo certo. A regra básica deste salto é passar TODA a bicicleta pelo degrau antes da roda dianteira tocar o chão. Se você puxar pouco o guidão e jogar pouco o corpo para trás, a frente pode descer antes da roda traseira sair do degrau, te jogando abruptamente para frente, a famosa capotada de frente.
Treine essa técnica em pequenos desníveis e vá aumentando a altura do degrau conforme for pegando o jeito, não abuse da sorte se ainda não domina a técnica!
O sucesso da manobra consiste em puxar o guidão e se posicionar sobre a roda traseira, mas não tão baixo quanto a postura da primeira técnica.

Terceira técnica
Salto com manobra do Biketrial. Essa é pra quem domina a bike, sabe empinar e tem mais experiência. O controle de arrancadas e freiadas desta técnica lembra a coordenação motora necessária para empinar a bike controlando no freio. Posição do corpo, controle das arrancadas no pedivela e controle da manete do freio traseiro nesta ordem: empina, breca, solta, arranca, impulsiona, salta, breca, levanta o pedivela, solta, arranca novamente, breca, etc… exige muito domínio e coordenação motora!

Apesar de interessante e desafiadora, essa manobra não serve para uma prova de XC por exemplo, leva mais tempo do que saltar o degrau usando a segunda técnica.

img_Descendo_Barranco_de MTB

Para usar a Terceira Técnica você deve ter domínio suficiente para parar a bike na borda do degrau sem perder o equilíbrio e na sequência executar a manobra.

Estas são algumas das técnicas que ensino na Clinica de Mountain Bike Avançada, com técnicas do Biketrial para mountain biker’s. As técnicas aprimoram o equilíbrio e trabalham o psicológico, dando condições de encarar novos desafios racionalmente.
Visite a página da Clínica: www.clinicademtb.com.br

Bom Pedal!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter