Empinando uma bike

Coisa de moleque, até pode parecer, mas todo mundo gostaria de saber!

Tem muito ciclista que aprendeu empinar a bike na infância, com a BMX ou bike comum, mas muitos outros gostariam de aprender e não sabem por onde começar, se esse for o seu caso, aprenda os primeiros passos com esse vídeo da Pedaleria!

No MTB, ficar empinando não tem uma utilidade prática, mas no BMX e no Biketrial sim. Nas provas de bicicross é comum ver atletas passando algumas rampas empinados, assim, eles conseguem emendar uma rampa na outra, ganhando segundos valiosos. No Biketrial, praticamente todos os obstáculos são transpostos com a bike empinada, exigindo muito controle e coordenação motora em alto nível.

img_Aprendendo_a_Empinar_Bicicleta

Reflexos rápidos, ginga, controle de freio e pedaladas, quesitos básicos para empinar e manter a bike assim por vários metros.

Para empinar uma MTB com controle, e manter assim por vários metros, ao contrário da BMX e da Biketrial, será necessário estar sentado e seguir alguns passos e dicas importantes:

1º PASSO:

Escolha o local. Procure um local tranquilo, sem trânsito, sem pedestres, respeite as pessoas nas calçadas. A situação ideal é um plano inclinado, que facilita muito a puxada inicial, pois a bike já está com a frente mais alta e seu corpo levemente deslocado para trás;

img_Aprendendo_a_Empinar_Bike

Escolha um local seguro para você e para outras pessoas, uma rua tranquila ajuda, se tiver pequena inclinação, melhor ainda, pois a bike já estará com a frente mais levantada, facilitando a puxada inicial.

2º PASSO:

Escolha a marcha. Marcha leve demais atinge logo a velocidade máxima, não te dando tempo de administrar freio e postura. Se a marcha for pesada, talvez você não consiga retomar o ritmo das pedaladas após uma freadinha de controle, usada para evitar que a bike vire para trás, sendo assim, escolha marchas intermediárias. Que tem 3 coroas, utiliza a coroa do meio, e no cassette, uma marcha mais central. Não dá pra indicar a marcha exata, o tamanho das rodas, força do ciclista e inclinação da rua é diferente para todos.

img_Aprendendo_a_Empinar_Bike_Marcha_Certa

A marcha ideal é diferente para cada pessoa, mas não pode ser muito leve e nem pesada demais, escolha as intermediárias.

img_Aprendendo_a_Empinar_03

3º PASSO:

Puxada e jogo de corpo. A puxada inicial pode ser no braço ou nos pedais, provavelmente a soma dos dois, pois puxamos o gudião colocando mais força no pedal. O equilíbrio “ginga” é muito importante, pois pequenas variações do piso mudam constantemente a direção, e a bike pende um pouco para o lado em que pedalamos (direita/esquerda), nos obrigando a compensar o movimento abrindo e fechando as pernas, de acordo com a necessidade. Essa briga pelo equilíbrio é o pêndulo, que já fez a Clínica Pedaleria de MTB sabe a importância dele em várias situações;

 4º PASSO:

Coordenação motora, pedal e freio. Você já viu alguém tentando empinar e de repente ele sai correndo a pé com a bike empinada? Isso ocorre por tentar empinar sem usar o freio. É preciso coordenar força nos pedais e controle de freio, mantendo a bike em um ponto neutro, onde ela pode cair pra frente ou pra trás com a mesma facilidade. Durante a empinada, controlamos a força nos pedais ajustando a velocidade com ajuda do freio. Quando a bike começa a virar para trás, freamos levemente, e para a frente não cair (roda dianteira volta pro chão), aplicamos novamente força nas pedaladas. O uso das pedaladas e freadas exige muita coordenação motora, por isso insista, treine, repita, até aprender. Depois que aprendemos, somos capazes de empinar qualquer tipo de bike, o processo será o mesmo, controle de freio, pedal e equilíbrio.

img_Aprendendo_a_Empinar_Bike_Usando_Freio

Para empinar com controle é necessário usar o freio, ele impede que a bike vire para trás, além de controlar a velocidade, que deve ser constante.

IMPORTANTE:

Freios a disco muito sensíveis podem atrapalhar. Os freios que pegam demais, conhecido como “alicatada” pode dificultar o aprendizado e até a habilidade de quem tem domínio da manobra. Se o freio pegar muito, não dará tempo de salvar a empinada tentando retomar as pedaladas após uma freiada, a frente desce e não dá tempo de recuperar.

No início, enquanto você está aprendendo, o pedal clip pode ser um inimigo, se você precisar se livrar da bike e até de um tombo, é melhor usar pedais comuns, pois já terá muita coisa pra assimilar com pouco tempo.

img_Aprendendo_a_Empinar_Bike_Pedal_Normal

Para aprender, não use pedal de encaixe (Pedal Clip), pode ser perigoso e dá muito trabalho “clipar e desclipar” a todo momento.

Aprender a empinar a bike é como aprender qualquer outra manobra, é preciso dedicação e concentração, pois exige uma série movimentos específicos, ajustados em uma determinada ordem, e pode levar algum tempo pra você  assimilar tanta informação, mas assim que aprendemos, fica pra vida toda.

Boas empinadas!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

1 Comentário

  1. Que bike é essa que vcs usaram qual a marca

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter