Tachinha na ciclovia? Conheça o MrTuffy

O MrTuffy não foi feito pra isso, mas em nossos testes ele se deu bem.

Seja na trilha ou na cidade, ter que parar a bike pra remendar furos nos pneus ou câmaras de ar é muito desagradável, nas provas pior ainda, pois a perda de tempo não pode ser recuperada. Para evitar isso você pode usar pneus mais grossos e reforçados, mas são pesados, o selante é legal, mas acaba dando muito trabalho pois requer uma montagem muito meticulosa e deve ser reposto mensalmente. Seu composto vai ressecando e acaba deixando o ar escapar, sem falar na perda total de ar se o pneu estiver com baixa calibragem e der uma dobrada em alguma manobra mais radical, já que o sistema não utiliza câmara de ar.

img-Passando-no-Espinho

Furos com espinhos são comuns nas trilhas e também na cidade, e sem a cinta anti-furo um espinho pode furar a câmara diversas vezes.

A solução prática é o Mr. Tuffy, uma cinta de poliuretano leve que fica posicionada entre o pneu e a câmara de ar, evitando furos com espinhos, cacos de vidro, farpas de aço e limalhas de aço. A empresa americana está no mercado a 30 anos e é especializada em soluções anti furo, e alguns de seus clientes usam a mesma cinta a 10 anos sem perder as características originais, passando de uma bike para outra.
BT-Compre-aqui

IMG_Mr_Tuffy_03

Fácil de montar. A instalação não requer nenhuma preparação anterior, basta abrir o pneu e inserir a cinta entre o pneu e a câmara de ar.

A cinta é fácil de instalar, dura muitos anos e pode passar de uma bike para outra, além de não agredir a natureza, pois é fabricada com compostos biodegradáveis.

Tachinhas na ciclovia. O teste.

A Pedaleria saiu pelas ruas e trilhas para testar o produto, e também simular um fato que foi denunciado recentemente, a presença de “tachinhas” ou percevejos de prender papel, jogados na ciclofaixa e ciclovias de algumas ruas para desencorajar os ciclistas a utilizarem esse importante sistema viário.

IMG_Mr_Tuffy_06

Separados por cor, o Mr Tuffy abrange 14 medias de pneus com apenas 6 modelos de cintas.

IMG_Mr_Tuffy_07

Pequenos cacos e lascas de vidro não atingem a câmara de ar, caso entrem, serão moídos pela fricção entre o pneu e a cinta em alguns quilômetros de pedal.

Para testar a eficiência do Mr. Tuffy, levamos as bikes para ruas e trilhas e aprontamos de tudo com elas, o plano era literalmente “atropelar” tudo que aparecesse pela frente, rock-garden, britas, escadas, valetas, degraus, vidros e até um corredor de tachinha na ciclovia, buscando avaliar com profundidade a capacidade desse produto em cumprir o seu papel, embora a cinta não seja recomendada para materiais tão contundentes como pregos e percevejos de aço. Neste teste, as rodas capturaram 35 tachinhas, distribuídas nos dois pneus.

Lembramos a todos que esse é um teste extremo, pois ninguém atropelaria intencionalmente 100 tachinhas e sairia numa boa, essa ação depende de inúmeros fatores, como espessura da banda de rodagem e a calibragem dos pneus, o peso do ciclista e o tempo rodando com elas espetadas nos pneus.

img-Taxinhas-na-Mao

Aproveitando a denuncia de tachinha na ciclovia, testamos a cinta Mr. Tuffy neste perigoso inimigo do ciclista.

img-Taxinhas-na-Ciclovia

img-Taxinha-no-Pneu

Apesar de não ser recomendado pelo fabricante, a combinação de alguns elementos como banda de rodagem mais espessa, calibragem baixa e ciclista leve tornou a cinta imune a tachinhas no nosso teste.

As cintas protetoras Mr. Tuffy estão disponíveis em 6 tamanhos cobrindo 14 medias diferentes, são leves, fáceis de instalar e duram vários anos, confira na tabela abaixo as medidas disponíveis e compre a sua na loja da Pedaleria.

BT-Compre-aqui

img-Tabela_de_Medidas

 

Para quem quer andar com tranquilidade em qualquer tipo de terreno, sem se preocupar com furos ou montagens complicadas, esta cinta poderá te ajudar, e além de tudo tem ótimo custo benefício, já que ela dura muitos anos.

Bom pedal!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter