Como fazer um paralama de pet

Um paralama de garrafa pet fácil de instalar e tirar da bike.

A coisa tá difícil, a grana tá curta, você está usando mais a bike do que o carro até em dias de chuva, então terá que colocar para-lama na bike. Que tal fazer o seu em 10 minutos?
Muitas invenções surgem da necessidade, independente se é uma solução cara ou barata, o importante é resolver o problema, e pensando em uma solução simples pra pedalar com tempo ruim sem chegar com a camiseta toda espirrada nas costas e sem ter que gastar dinheiro comprando para-lamas, veio a idéia de fazer com garrafa Pet.

img_Paralama_Pet_Preto_02

Para fazer um desse vamos utilizar 1 garrafa Pet de 2,5 litros, caneta tipo pincel atômico, estilete, tesoura, serrinha de mão e cintas de nylon. O primeiro passo é verificar a posição e marcar na tampa da garrafa, ela é que vai segurar o para lama, então essa posição é muito importante pra que ele não fique torto quando você resquear a peça pronta, por isso aperte bem a tampa antes de posicionar a peça e respeite essa posição.
O formato da cabeça do canote de selim pode variar muito, variando também as formas de fazer a fixação da tampa da garrafa.
Basta marcar a posição e fazer os 2 furos de acordo com o desenho da mesa do canote. Os furos podem ser feitos com 1 prego quente ou batido, ou mesmo uma furadeira de qualquer tipo.
Agora é instalar a garrafa e riscar o desenho do corte. O para lama pode ser largo ou estreito, mas se você cortar muito perto do gargalo, ele ficará mole (balançando muito) pois perderá a estrutura firme desse formato.

img_Paralamas_PET_Materiais

Materiais simples de corte e marcação são necessários para transformar a garrafa em um útil para-lama.

img_Paralamas_PET_Canotes_Mesinha

A tampa da garrafa Pet deve ser fixada na mesinha do canote de selim, mas como existem muitos tipos, a furação da tampa deverá acompanhar cada caso.

img_Paralamas_PET_Detalhe_Tampa

A tampa pode ser instalada com cintas de nylon (enforca gato), arame ou até pequenos parafusos.

O primeiro corte pode ser feito com estilete, depois completa com a tesoura. Aparte mais grossa da base da garrafa pode ser cortada com a serrinha de mão.
Se o para-lama ficar muito curto não adianta, a água passa por cima, por isso vale a pena emendar mais um pedaço de garrafa. Essa emenda pode ser feita com dupla face ou grampos (grampeador de papel). Como acabamento, ele pode ser pintado por dentro (é mais durável), ou adesivado, mas pelo formato arredondado, surgem muitas bolhas.
Para quadros que tenham aquele furo na ligação entre os stays, dá pra instalar o para lama nesta posição, mas ele tem que ser o modelo longo, emendado, pois ali ele fica menos avançado do que no selim, e pode ficar curto demais.

img_Paralamas_PET_3_Tipos

Use garrafa de 2,5 litros, e se quiser fazer um para-lama maior, use um grampeador para fazer a união das partes..

 

img_Paralamas_PET_Tampas_Quadro_e_Canote

Diferentes formas de instalar, mas a facilidade de colocar e tirar o para-lama é a mesma!

img_Paralamas_PET_No_Stay_Detalhe

img_Paralamas_PET_No_Stay

O para-lama instalado no quadro fica mais recuado, se ele for muito curto a água jogada pela roda traseira ainda te atinge.

 

Como a matéria prima é barata e fácil de encontrar, não tenha receio de experimentar vários formatos, errou, começa outra vez!
Bom Pedal!

 

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter