Tirando as manoplas sem suar

Retirar as manoplas da bike não é tarefa fácil, principalmente se for o modelo convencional, sem aqueles anéis com parafusos que facilitam muito o serviço.

Na hora de fazer a manutenção nos comandos de mão (manetes de freio e alavancas de mudança), trocar o guidão, instalar bar ends ou trocar as manoplas tradicionais, essa peça de borracha é tão grudenta que dá um trabalhão para soltar, principalmente se for antiga, torce, gira, puxa, e as vezes enrola a danada, que chega a sair do avesso depois de uma briga suada!

Nas lojas e oficinas, um compressor com bico soprador resolve a parada rapidinho. Mas em casa, como fazer?

Como fazer em casa?

Trocando manoplas
É bem simples, enfie uma chave de fenda fina entre o guidão e a manopla, com cuidado para não riscar a peça. Avance com ela o máximo que puder, na sequência, utilizando uma seringa ou uma tampinha de álcool jogue um pouco do produto e gire a chave percorrendo toda área da manopla.

Pronto, agora fica fácil girar e retirar a manopla. Você pode usar água no lugar do álcool, a desvantagem é o tempo que pode demorar para secar, pois mesmo passando um pano por dentro da manopla, ela vai girar por um tempinho depois de instalada.

Agora fica fácil fazer a manutenção ou instalar acessórios, deixando pra suar nos treinos, não na hora de tirar suas manoplas.

Bom pedal!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter