Ajuste a suspensão com o SAG

Nem maria mole, nem pedra. O SAG te ajuda nessa.

Não adianta você andar com uma suspensão de qualidade se ela não estiver regulada para seu peso ou para seu estilo de pilotagem, para isso será necessário fazer o SAG (Suspension Adjustments Gap), uma espécie de medição de encolhimento da suspensão.

O SAG pode ser feito em qualquer suspensão dianteira ou traseira, mas não adianta fazer essa leitura se a sua suspensão não tiver dispositivos de ajuste como válvula para calibragem ou botões giratórios para comprimir as molas, sistema conhecido como preload.

img_Checando_o_SAG_na_Suspensao_da_MTB

A suspensão encolheu aproximadamente 3cm quando montei na bike, mostrando que está com pouco ar, o normal é encolher cerca de 5mm.

A suspensão mal calibrada trabalha encolhida, perdendo parte do curso de amortecimento, chegando facilmente ao “fim de curso” quando exigida, danificando partes internas e ajudando pouco o ciclista, que recebe grande parte do impacto vindo das rodas.

img_SAG_em_Suspensoes_com_molas_pre-load_04

As suspensões com molas helicoidais que possuem regulagem de preload (ajuste de compressão das molas), permitem a verificação do SAG.

Muitas suspensões vem com um anel na haste ou curso, ele serve de referência visual para verificar quanto a suspensão está sendo exigida. Se a sua suspensão não tiver esse anel, coloque uma cinta de nylon (zip-tie) na haste da suspensão, ela fará o mesmo trabalho do anel de borracha.

img_Medindo_SAG_com_Cinta_de_Nylon_02

A cinta de nylon, também conhecida como Zip-Tie ou enforca gato serve de referência na hora de medir o SAG, e pode ficar pra sempre na suspensão facilitando o acompanhamento.

Para fazer a leitura com o SAG, abaixe totalmente a cinta ou o anel, até que ele encoste no retentor da suspensão, monte na bike e verifique quanto a suspensão encolheu.

img_Fazendo_o_SAG_Na_MTB

Para medir o SAG, faça movimentos suaves, monte na bike, fique sentado e também em pé, para que a suspensão se acomode ao seu peso.

Ela não deve encolher mais que 5mm, pois estará comprometendo a totalidade do curso disponível. Se a sua medição verificar que ela está abaixando muito, coloque mais ar utilizando uma bomba especial para suspensões. Se a suspensão for com molas e tiver o sistema preload, gire os botões que comprime as molas aos poucos, verificando se ela está encolhendo menos a cada 3 ou 4 voltas nos botões, no sentido horário.

img_Verificando_o_SAG_atraves_do_Anel_no_Curso

Aqui o anel indicou que a suspensão encolheu apenas 5mm quando montei na bike, deixando livre 95mm de curso neste modelo de 100mm, ideal para absorver as irregularidades e buracos do caminho.

A calibragem deve ser feita considerando seu peso mais os equipamentos, caramanhola cheia, capacete, luvas, sapatilhas, enfim, tudo que você leva na bike. para cada quilo coloque 1 PSI de ar. Exemplo: Seu peso completo é 70Kg, calibre a suspensão com 70 PSI como valor mínimo. Para quem gosta de saltar com a bike, pilotos de All Mountain, Freeride, Enduro, Dirt Jump, Downhill, e até um MTB mais radical, devem usar calibragens maiores, considerando o peso da bike e a inércia da manobra.

Tomando esse cuidado e fazendo a manutenção preventiva das suspensões a cada 6 meses na assistência técnica ou oficina credenciada, ela irá durar muitos anos cumprindo o seu papel, filtrar as irregularidades do solo, te dando mais conforto e controle.

Bom pedal!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter