Hidratação do ciclista

O corpo humano perde, a cada hora 50 ml de água se estiver parado, sem fazer atividade nenhuma. Em uma pedalada leve podemos perder dez vezes mais que isso e se o treino for mais pesado, até 26 vezes mais. Por isso é importante beber água – principalmente em dias quentes em que vamos pedalar mais intensamente – e saber escolher alimentos que contém bastante água (que além de tudo, em geral, são mais nutritivos e menos calóricos), imprescindível para a hidratação do ciclista.

A água é o maior componente único, o elemento mais abundante no corpo humano. Um homem de 70 kg tem cerca de 42 litros de água no corpo, o que corresponde a cerca de 60% do peso corporal, enquanto que uma mulher com o mesmo peso tem apenas 35 litros de água, 50% do peso. Os valores são diferentes porque a anatomia do corpo do homem e da mulher também é diferente: a quantidade de músculos, ossos e gordura varia de acordo com o sexo. A importância da água para nosso corpo é proporcional ao espaço que ela ocupa dentro de nós. Ela é essencial para todos os tecidos corporais e é meio de todas as reações químicas metabólicas do corpo. A água dá forma às células e é fundamental para o funcionamento da digestão, do sistema circulatório e para o transporte de nutrientes e substâncias do corpo, além de ter interferência direta no equilíbrio da temperatura corporal.

A hidratação adequada pode levar a um melhor desempenho do ciclista. As necessidades de fluidos são baseadas na taxa de suor e intensidade do treino. Um ponto de partida é recomendar a ingestão de 250 a 500ml a cada 15 minutos na bicicleta, e 1 1/2 a 2 garrafas de água depois de andar. Hoje em dia carregar garrafinhas de água já não é mais um problema, pois as bicicletas são equipadas com suporte de caramanhola e existem muitos modelos de mochilas de hidratação (Confira no post “Mochilas para ciclistas“).

Perda de líquidos e consumo necessário

Caso você pedale por mais de 1 hora seguida, pode precisar de cerca de 1 litro a mais de água do que um adulto sedentário (que necessita de 1500 a 2000 ml por dia)!

ALIMENTOS E ÁGUA

Os alimentos em geral dispõe de 4 a 98% de água. Os vegetais e as frutas são os mais ricos, contêm aproximadamente 90% de água. Dentre as frutas, as mais abundantes no líquido são: melancia, melão, laranja, mexerica e maçã. Nos vegetais, encontra-se maior quantidade de água no alface, na couve, no brócolis, repolho e na beterraba. O leite é 87% água; a carne contém 60% a 75% água, dependendo do tipo (quanto menos gordura, mais água). Até mesmo os alimentos secos, como figos e uva passa contêm cerca de 20% de água. Apenas os alimentos desidratados não contêm água, o que obviamente é péssimo para a hidratação do ciclista.

Enchendo a caramanhola
Hidratação frequente é imprescindível para a sua saúde. Agora imagine no caso do ciclista? Atenção redobrada.

Importante! A sede é normalmente um guia adequado para a ingestão de água, o termômetro da água no corpo, exceto nas crianças, doentes e idosos, mas pode não refletir a necessidade real em caso de calor intenso (como no nosso verão), nos dias de muita atividade física, pouca umidade ou suor excessivo. Por isso, hidrate-se antes de sair para pedalar, leve sempre uma garrafinha de água pra tomar durante seu passeio ou exercício, e continue se hidratando depois! Seu corpo e seu metabolismo agradecem!

<a href="https://pedaleria.com/autor/laranatacci/" target="_self">Lara Natacci</a>

Lara Natacci

Lara Natacci é nutricionista (CRN 5738), Mestre em Ciências pela USP, Especialista em Nutrição Clinica Funcional, Especialista em Distúrbios do Comportamento Alimentar pela Université de Paris 5 René Descartes e diretora da Dietnet Assessoria Nutricional, autora de livros como "Anorexia, Bulimia e Compulsão Alimentar", "Dietbook Terceira Idade", "Dietbook Gestantes", "Dietbook Júnior" e "Dietbook – Respostas às Dúvidas mais Comuns sobre Alimentação e Saúde".

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter