Como fazer um rolo de treino

Aprenda neste vídeo como fazer um rolo de treino!

Existem muitas formas de fazer um rolo de treino livre, aquele modelo em que a bike fica apoiada em 3 roletes, exigindo muito equilíbrio. Na maioria das vezes, essa fabricação exige trabalho de torno, solda e processos que vocês não vão ter em casa, por isso eu e o Sylvio quebramos a cabeça pra deixar isso o mais fácil possível pra vocês, sem perder a qualidade e a resistência.

CLIQUE PARA BAIXAR O PROJETO DO ROLO DE TREINO EM PDF

img_Rolo_de_Treino_07

Colaborador de peso. Com mais de 50 anos de profissão, o ferramenteiro Sylvio Luiz, deu idéias e participou de todo o processo, da lista de materiais a montagem final.

Para esse trabalho eu vou contar com a experiência de ferramenteiro profissional, o Sylvio foi professor no Senai e tem ótimas idéias, nós fomos juntos procurar os materiais, e achamos coisas bem interessantes.
Tecnicamente, esse rolo de treino funciona melhor com tubos entre 80 e 110mm de diâmetro, rolos com diâmetros menores que isso são mais difíceis de se equilibrar e atingem muito rápido a velocidade final, muita gente tem dificuldade em se manter neles, mas olhando pele lado da construção, tubos de maio diâmetro necessitam de algum tipo de bucha para não ter que usar rolamentos muito grandes, e como vamos precisar de 6 unidades, ficaria caríssimo.
img_Rolo_de_Treino_05

img_Rolo_de_Treino_02

img_Rolo_de_Treino_03

Uma roda de Skate seria ideal pra isso, custa pouco, tem 2 rolamentos, mas a gente teria que usar tubos com diâmetro bem menores, ou de novo, fazer a bucha para colocar a roda de Skate em um tubo com maior diâmetro, então procuramos rodas maiores, mas a maioria não tinha rolamentos ou eram muito caras. Felizmente encontramos essas, elas são rodas de reposição pra algum tipo de carrinho pra carregar carga, elas têm 75mm de diâmetro, a mesma medida interna do tubo de PVC de 3 polegadas pra água, e essas rodas a gente encontra em ferragistas e casas de que vendem rodas e rodízios.

Outra parte da construção do rolo que pode variar bastante é a estrutura lateral, as barras, elas pode ser madeira, ferro chato ou tubulares, e se quiser fazer dobrável, é só cortar as barras no meio e instalar dobradiças de 30mm de largura, usando parafusos e porcas, sem ter que soldar nada.

img_Rolo_de_Treino_01

img_Rolo_de_Treino_08

Um detalhe importante, para se manter equilibrado na bike em cima do rolo, é necessário que as 2 rodas da bike girem na mesma velocidade e sentido, por isso ligamos um rolo no outro com um cordão de borracha de 6mm, a gente mede pela menor distância, ou seja, pela bike mais curta da nossa escala de tamanhos, corta e usa  cola instantânea, assim fabricamos uma espécie de correia. Já vi projetos caseiros de rolo de treino, onde uma câmara 700×23 é usada pra isso, e nos dois casos, a flexibilidade da borracha permite alternar de um furo para outro, de acordo com o tamanho da bike. Com o mesmo cordão de borracha de 6mm de diâmetro, fizemos 4 anéis bem justos na medida externa do tubo de PVC, colamos elas com cola instantânea nas bordas do primeiro e do segundo tubo, elas serão as guias pra nossa “correia “não escapar.

img_Rolo_de_Treino_09

Correia feita com cordão de borracha de 6mm, ligando o primeiro e segundo rolos.
Para manter o equilíbrio pedalando, é necessário que as duas rodas girem na mesma velocidade.

img_Rolo_de_Treino_04

img_Rolo_de_Treino_10

Depois de fazer os anéis justos para a medida externa do tubo de PVC, eles são colados com cola instantânea, deixando entre eles um canal pouco maior que sua espessura.

Agora é treinar pra se equilibrar nele, no começo pode ser difícil, é bom ter um móvel, uma parede ao lado pra te salvar se a coisa desandar, mas depois de um tempo você pedala nele até sem segurar no guidão.
Para incrementar seu rolo de treino, você pode instalar nele um sistema ajustável que aumente a fricção, simulando uma subida, isso vai te obrigar a trocar de marcha, pedalar em pé, essas coisas.

img_Rolo_de_Treino_06

Essa é a lista de materiais usados na construção do Rolo de Treino:

02 Barras de perfilado de aço de 30x50mm, parede de 1,5mm com 1,40m de comprimento
01 Tubo de PVC 3 polegadas (interna) com 1,30m de comprimento
06 Rodas de nylon com 75mm de diâmetro
02 Barras roscadas de 8mm por 1m (eixos)
10 Porcas parlock (travante) 8mm (eixos)
06 Arruelas lisas 5/16 (eixos)
06 Arruelas de roda de bike (eixos)
06 Espaçadores de eixo de bike com marcha (eixos)
04 Parafusos M6x25mm com porcas e arruelas de pressão (pés)
02 Parafusos M6x70mm com arruela lisa e porca calota (pés)
12 Parafusos 4x15mm rosca soberba (para fixar o tubo nas rodas)
06 Batentes de borracha 3/4×1″ (pés)
04 Ponteira reta 30×50 (tampas para perfilado)
02 Cantoneiras 75x75mm (rodinha de apoio)
02 Roda simples 50mm (rodinha de apoio)
3,5m de cordão de borracha de 6mm (correia e anéis)
01 Cola instantânea

Peso do rolo de treino 8,8Kg
Gasto total em Outubro de 2017 R$260,00 em são Paulo – SP

Bom Pedal!

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

1 Comentário

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Newsletter