Lavando a bike em casa

Lavando a bike em casa,

Dicas, Manutenção, Novidades, Videos

46

Terra ou poeira? Lavando a bike em casa.

Lavar a bike em casa sem os equipamentos necessários não é pra qualquer um, pois para fazer um trabalho perfeito de desmontagem e lubrificação faltam equipamentos e ferramentas específicas, mas dá pra fazer um bom trabalho com produtos que você provavelmente já tem, como escova, sabão em pó, panos e até o desengordurante usado para limpar forno, e se você quer evitar encrenca com a mãe ou esposa, faça isso no quintal ou na garagem, escolhendo também uma roupa velha para usar, pois geralmente a bike sai limpa e a roupa suja. Nosso “banho de gato” na bike estava mais pra banho em cachorro grande, já que a bike estava bem suja!

IMG_Pedaleria_Limpando_a_Bike_em_Casa_01

Para limpar a bike sem ter que desmonta-la para repor a lubrificação, evite usar mangueira ou maquina de lavar de alta pressão.

Somos contra o uso de mangueira ou máquina de alta pressão pra lavar a bike, pois a sujeira acaba entrando nos rolamentos dos pedais, caixa de centro e de direção, alavancas de mudança e até nos conduites de freio e câmbio, e o que parecia uma solução acaba virando uma armadilha pois o desgaste prematuro dos componentes sairá mais caro do que levar a bike em oficinas especializadas para fazer essa lavagem de vez em quando. Comparado com a lavagem de um carro, lavar a bike é mais difícil pois ela tem muitos detalhes e cantinhos quase inacessíveis e pode custar de 120 a 200 Reais com a desmontagem e lubrificação dos componentes em uma oficina especializada.

Produtos para facilitar o trabalho

Para esta limpeza, utilizamos uma mistura a base de sabão em pó, pois pano seco iria riscar muito o quadro devido a quantidade de sujeira. Para casos mais leves você pode usar o spray anti-ferrugem para quase todas as partes, eles são a base de óleos minerais e solventes alifáticos, que tem propriedades desengraxantes, como o WD40 por exemplo, tomando cuidado para NÃO atingir os discos de freio e pastilhas, caso sua bike tenha esses componentes, e no caso dos freios V-brake, evite direcionar jatos na direção dos aros e sapatas freio, protegendo essas áreas com um pano.
O spray para limpar forno (desengordurante) pode ser usado para limpar a corrente, coroas e cassette, mas ele não é um desengraxante, sua ação é moderada e requer mais tempo para agir. Use luvas de proteção ao manipular esse produto.

img-Banho_de_Gato_na_Bike_Produtos

Spray anti-ferrugem, panos, escova e óleo para corrente são lagunas dos produtos utilizados para limpar a bike em casa.

img-Banho_de_Gato_na_Bike_Cassette

Pneus sujos e componentes da transmissão como o cassette, são os itens mais difíceis de limpar em uma bike.

Com um pouco de experiência você faz este trabalho em cerca de uma hora, mas quem precisa limpar uma bike urbana consegue concluir na metade do tempo, já que não terá que lidar com a lama. Ao finalizar o trabalho, não esqueça de lubrificar a corrente com produtos próprios para este uso, óleo para quem anda em condições úmidas (água, lama), ou teflon para condições secas ou com poeira, acompanhe todos os detalhes do processo neste vídeo exclusivo da Pedaleria.

Bom pedal!

Tags: , ,

Sobre o Autor

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Comentários (46)

  1. Edwar Carvalho

    Algum cuidado especial com os freios hidráulicos?

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Edwar, tudo certo?
      Basicamente proteger as manetes de freio quando a bike estiver sem as rodas. Se as manetes forem acionadas sem as elas (sem discos nas pinças de freio), as pastilhas avançam e pode ser difícil recolocar as rodas.
      Evite contaminar os discos ou pastilhas com óleos ou spray anti-ferrugem. Na Pedaleria você encontra várias matérias sobre cuidados e manutenção de freios a disco.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  2. CARLOS RANUCCI

    CARO EDU, ESTAVA ASSISTINDO ALGUNS VIDEOS NO YOUTUBE ALEM DOS SEUS E CLARO Q NAO UM , VI UM SISTEMA MUITO INTERESSANTE Q SUBSTITUI O CASSETE NA HORA NA LIMPEZA DA BIKE OU SEJA A RODA TRAZEIRA E RETIRADA E ESSE SISTEMA FAZ COM Q A CORRRENTE VIRE NORMALMENTE SEM A RODA , GOSTARIA DE SABER O NOME E ONDE ENCONTRAR, BOM O VIDEO E ESSE -https://www.youtube.com/watch?v=dg-e3X6OaBI

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Carlos, tudo certo?
      A ferramenta que viu é o Pedro’s Chain Keeper, um deslizador de corrente para pedalar sem a roda. Já estamos com o pedido feito e em poucos dias você poderá comprar esse item e outras ferramentas Pedro’s para manutenção de sua bike com a gente.
      Acesse esse link para conhecer nossa loja: loja.pedaleria.com
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  3. daguvasco

    Ola Edu.
    Sensacional as dicas, tenho duas bikes que alterno no uso e ambas estao um nojo de suja.
    Tenho dois problemas, sou munheca e moro em apto.
    Vou adaptar sua ideia pra lavar na garagem do carro.
    Vi em um outro video – https://www.youtube.com/watch?v=pPnjow6BlMc – que o cara usa detergente e limao pra limpar a relacao da bike.
    Vou aproveitar suas dicas e dele e testar.
    Seguimos pedalando.
    Aquele

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Daniel, tudo certo?
      Também moro em apartamento, algumas vezes limpei a bike na garagem e outras no apê mesmo, forrava o chão com lona, é trapo! A limpeza com detergente e limão funciona mas cuidado com as queimaduras, limão e sol não combinam.
      Pode acontecer também do limão atacar as proteções de algumas peças (cromados e zincados), fique atento e enxágüe logo ok?
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  4. Rafael

    Ótimas dicas! Mas cada vez que eu vejo um vídeo sobre limpeza de bike acabam surgindo alguns questionamentos, não só pelas informações passadas, mas principalmente pelas inúmeras opiniões diferentes que aparecem.

    Eu já havia decidido fazer a limpeza da bike como você indicou neste vídeo, porém decidi sair pra dar mais uma pedalada – para fazer a despedida da sujeira – e, durante o percurso, acabei pegando uma chuva muito forte. Resultado: já não dá pra distinguir a bike do barro. rsrs

    Eu tenho alguns produtos próprios para a limpeza, como o multi-desengraxante da Finish Line, e um produto protetor, que ajuda a repelir a água e manter a bike limpa por mais tempo (também dá um brilhozinho), é o Miracle Shine, da Muc-off.

    Uma das minhas dúvidas é com relação ao produto que você utilizou, o sabão em pó. Ele também é indicado para fazer limpezas mais pesadas? Não há risco de causar manchas?

    Vi alguns sites indicando utilizar este desengordurante Cif para fazer a limpeza de toda a bike, e não apenas da corrente. Segundo eles, basta a aplicar com o borrifador, esperar 5 min e remover a sujeira com uma esponja ou o que preferir. Como você usou este produto no vídeo, gostaria de saber se já o utilizou nas demais áreas da bike, como quadro, suspensão etc.

    E por último é com relação ao detergente: o sabão em pó é melhor que ele? Como aqui em casa não tem sombra – a não ser que eu lave a bike de madrugada rs – tenho receio de manchar o quadro e demais peças.

    Acho que é isso amigo. Desculpe o excesso de perguntas, mas considero que nada melhor do que uma pessoa que entende do assunto para me dar uma luz nessas questões. Os fóruns ajudam bastante, mas algumas vezes também aumentam ainda mais as dúvidas e as indecisões.

    Grande abraço!

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Rafael, tudo certo?
      Não esquente a cabeça com a quantidade de perguntas, estamos aqui pra ajudar!
      Seus produtos para limpeza e manutenção são ótimos, mas nem todos podem comprar. Sabão em pó é uma boa, mas tem usar quantidades moderadas. Vai muito bem nos pneus, limpa e dá brilho. Fazer o trabalho no sol pode resultar em manchas.
      O CIF não é desengraxante, é desengordurante, não tem o poder do seu multi-desengraxante Finish Line, eu uso apenas na relação.
      O detergente é bom também, mas o sabão em pó parece ser mais concentrado e dura mais tempo no balde, o detergente perde mais rápido o poder da espuma em contato com a lama (pneu e balde várias vezes).
      Tenha cuidado com as partes qua não devemos molhar com jatos d’água, rapidfire, cubos, central e caixa de direção, repare também nas vedações dos conduites.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Rafael

        Muito obrigado pelos esclarecimentos!

        Aproveito o espaço e deixo aqui uma sugestão de pauta. Elaborar um vídeo falando um pouco sobre as graxas e pastas (branca, carbono, de cobre), e também os fixadores de roscas (como o Loctite 243 por exemplo). Mostrar um pouco das suas aplicações e sugestões de uso.

        Mais uma vez, obrigado.

        Responder
        • Edu Capivara

          Valeu Rafael, anotado!
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
          • Rafael

            Finalmente criei coragem pra lavar a bike. Ficou melhor que nova!!! : )

          • Edu Capivara

            Legal Rafael, dá trabalho mas vale a pena não é?
            Abraços;
            Edu Capivara

  5. Anisio Lourenço da Silva

    Bom dia Edu .
    Aproveitando o gancho da lavagem de bike caseira , gostaria de saber sobre o querosene para a relaçao , tem algum problema ?
    grande
    Anisio Lourenço

    Responder
    • Edu Capivara

      Olá Anisio, tudo certo?
      Não é recomendável, resseca muito e os roletes podem fazer barulho. Utilize desengraxantes próprios para este uso, ou desengurdurantes (tipo limpa forno) usando luvas para o manuseio.
      Não esqueça de usar lubrificante (óleo ou teflon), de acordo com o uso que faz.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  6. Bruno

    Boa tarde Edu,
    Mesmo depois de usar o WD40 na corrente, tenho que usar o lubrificante? E em quais partes posso usar o WD?

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Bruno, tudo certo?
      O uso do WD na corrente ajuda na limpeza, ele tem ação desengripante, que equivale ao desengraxante, fazendo soltar óleo e graxa velhos e sujos. A lubrificação fica por conta do óleo de corrente, que pode ser substituído por Teflon para correntes de bicicletas, se o local que você pedala tem apenas poeira, não lama.
      Você pode usar o WD como acabamento final da limpeza da bike, dá brilho a pintura (use pouco para não grudar pó). Evite atingir discos de freio e pastilhas ou aros e sapatas quando os freios forem side pull, cantilever ou V-brake.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Bruno

        Obrigado Edu! Só mais uma dúvida, posso limpar a corrente com uma escova com sabão e depois passar o WD e o óleo lubrificante?
        Abraço

        Responder
        • Edu Capivara

          Oi Bruno, tudo certo?
          Pode sim, inicie com WD e espere uns minutos para ele agir, envolva a corrente com um pano (na palma da mão) e pedale um pouco para retirar o grosso, se quiser, repita esse passo. Depois parta para o sabão com escova. Quando puder, invista em um lavador de corrente, faz o trabalho em 1 minuto!
          Abraços;
          Edu Capivara

          Responder
  7. Kauã Rodrigues

    Primeiramente parabéns a pedaleira pela qualidade das matérias que esclarecem muitas duvidas e apresentam novidades.
    Eu gostaria de saber se os discos e as pastilhas, quando sujas de barro, podem ser lavadas diretamente com cif
    Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Kauã, tudo certo?
      O Cif é um desengordurante, e aparentemente não teria problema, mas não conheço sua composição química, pode apresentar alguma reação principalmente se as pastilhas forem orgânicas. Limpa-las é fácil, remova-as da pinça e use uma escova e água, se precisar pode dal uma lixadinha leve com lixa de parede.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  8. Faustino Silva

    Edú tudo bem, cara é aconselhável lavar a bike com máquina de alta pressão? Valeu e Abraço

    Responder
    • Faustino Silva

      Ah, e tem alguma receita caseira pra limpar o óleo da corrente? obrigado e parabéns, tenho aprendido muito com vc! Abraço

      Responder
      • Edu Capivara

        Oi Faustino, caseiro sempre faz lambança, suja a casa toda, etc… rsrsrs.
        Se a corrente tem emenda rápida (missing link, power link), dá pra tirar e colocá-la em uma caramanhola velha com algum produto tipo desengraxante, ou gasolina por exemplo.
        O correto é a máquina de lavar corrente (tem de todo preço), nós vendemos apenas a da Pedro’s, que é show, não faz sujeira nenhuma!
        http://loja.pedaleria.com/lavador-de-corrente-chain-pig-da-pedros
        Abraços;
        Edu Capivara

        Responder
    • Edu Capivara

      Não Faustino, isso detona tudo, o jato leva areia, lama, poeira e água pra dentro do central, caixa de direção, conduites, pedais,e alavancas dos câmbios. A graxa perde o poder de lubrificar e tudo enferruja rápido.
      Pode fazer esse tipo de lavagem quando for desmontar a bike toda, senão, só mangueira fraca, e mas para enxaguar.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  9. Will

    Fala Edu, tudo bem?

    Em primeiro lugar seu site é muito massa! Não só as temáticas abordadas, mas também toda parte visual.

    Agora vamos a minha duvida kkk… Cara, eu estou mais para um biker amador do que um profissional, mas pedalo a uns 6 anos, no mínino três vezes por semana. Mesmo assim sou uma negação na parte mecânica kkk… eu vi seu vídeo de lavagem de bike e me empolguei. após lavar eu achei que meu cambio não estavam muito bem reguladas então tentei regular kkkk… mas acho que era mais complicado do que eu pensava e devo ter feito alguma besteira. Não sei se foi na marcha ou se foi ao repor o pneu! honestamente não sei kkkkk.. sei que agora existe um barulho meio estranho quando coloco no k7 maior com a coroa maior (1-1).
    Também posso observar que ao girar o pedivela ao contrario a corrente esta dando um pequeno pulo no k7.

    A bike tem menos de 6 meses e gostaria de saber sua opinião antes de levar para um mecânico.

    Abraço.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Will, tudo certo?
      Obrigado por acompanhar nosso trabalho!

      Vamos lá, verifique “sempre” se ao colocar as rodas, elas fica bem apoiadas no fundo de cada ganheira (garfo e quadro), para que fiquem sempre na posição correta.
      Lavar a bike não altera o funcionamento dos câmbios, se você mexeu nos parafusos que limitam os batentes interno e externo de avanço dos câmbios, aí sim poderá haver alguma mudança no funcionamento.

      Esse vídeo e post mostra como regular os câmbios: http://pedaleria.com/ajuste-dos-cambios/

      A marcha que descreveu como 1 para 1 (Cassette e coroa maiores) não pode ser usada!!! A maior do cassette deve ser usada com a menor coroa (coroinha), e a maior coroa da pedivela com as 3 ou 4 menores do cassette.
      Veja a regra para bicicletas com 3 coroas:

      Coroa GRANDE com as 3 ou 4 menores do cassette;
      Coroa MÉDIA com todas as engrenagens do cassette;
      Coroa PEQUENA com 2 ou 4 maiores do cassette.

      Boa sorte, abraços;
      Edu Capivara

      Responder
      • Will

        Só vi agora sua resposta, mas obrigado!
        Acho que me atrapalhei um pouco escrevendo as relações de coroa e k7 kkkk… mas vc entendeu kkk…
        Por fim, era a regulagem do cambio mesmo! mas obrigado pelas dicas.

        Abraço e ótimo trabalho.

        Responder
  10. Antonio Diego

    Ola Edu. Primeiramente, um ótimo vídeo, trabalho!!!!
    Parabéns!!!!
    Tenho uma duvida com relação aos lubrificantes na corrente, que tipo de lubrificante se usa nas correntes?
    Abraços!!!!

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Antonio, lubrificantes feitos para correntes de bicicletas (várias marcas). Existe o tipo óleo, para situações com água, lama, tempo ruim, e o tipo teflonado (teflon), para uso urbano, poeira, tempo seco.
      Você encontra nas lojas de bike e no Mercado Livre por exemplo.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  11. Moakson Nascimento

    Edu, sem saber, lavei a minha bike só com a mangueira ,dps ouvi dizer q não era ideal. O que pode acontecer e o que eu posso fazer pra evitar problemas maiores?
    To gostando bastante da pedaleria, parabéns!!

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Moakson, use mangueira ou máquina de alta pressão só quando for desmontar a bike para lubrificar cabos, caixa de direção e central.
      Fora isso, banho de gato na bike.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  12. Kaio Esper

    Olá Edu, parabéns pelo belo trabalho. Tenho lavado minha bike com uma mistura de detergente e limão. Vi vários vídeos que explica que o mesmo não oxida as peças. A questão é, a mistura e extremamente poderosa… tira toda graxa e sugeira…. mas perxebo que ante de eu finalizar a limpeza do resto da bike. As peças começam a enferrujar… percebo que é uma ferrugem superficial, pois ao passar um lubrificante ela são. Posso ter algum problema com o uso dessa mistura? Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Kaio, se está rolando essa ferrugem superficial, é porque está atacando a proteção das peças, e ela poderá crescer muito. Manera no limão, a culpa é dele!
      O correto é mesmo os desengraxantes!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  13. rafaell

    OLA ,QUERIA SABER SE POSSO UTILIZAR ÓLEO DIESEL NA CORRENTE ,PEDALEIRAS ,CATRACA E ETC .

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Rafael, não é recomendável, além do cheiro forte que vai te acompanhar um tempo, derivados de petróleo ressecam as peças plásticas, fazem os roletes da corrente assobiarem e podem atacar verniz e pintura.
      O Correto é usar desengraxante ou no mínimo um desengordurante.
      Corrente e engrenagens são mesmo a pior parte do serviço, dá vontade de usar algo que resolva logo, como gasolina e diesel, mas o resultado a longo prazo é ruim.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  14. Vinicius

    Edu na minha eu nao seii tirar o central para botar graxa tem como min insinar

    Responder
  15. Toni Montana

    Falae capivara, eu costumo desmontar a relacao, tenho link e ferramenta saca k7 e pedivela. Limpo a graxa com qerosene e lavo com agua quente, depois de seco uso molisil (graxa em spray pra correntes) da Molicote. Gostaria de saber se o querosene pode ser prejudicial ao metal da relacao. Lhe agardeco a atencao e meus parabens pela trajetoria.

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Toni, tudo certo?
      Não gosto de querosene, rsrsrsrsrs, cheiro muito forte e faz a corrente assobiar (quando seca).
      Essa parte da limpeza você pode manter, mas mesmo sendo fina (spray), não se usa graxa na corrente, e sim óleo próprio para isso (de bike).
      Quando for pedalar na cidade, sem chuva ou em local com poeira, escolha lubrificação “seca” com os teflonados para correntes de bicicletas.
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  16. Gleydson

    Bom dia, Edu comprei a pouco uma Bike Sense com pintura preto fosco, fiz uma trilha leve dai sujo lavei com sabão em pó e posteriormente verifiquei que a pintura ficou com pequenas bolhas brancas,será que foi o sabão em pó que danificou a pintura?

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Gleydson, é difícil avaliar a distância, mas pode acontecer. Gosto de usar sabão em pó, mas tem que ser pouco, marca boa, lavar na sombra e enxaguar logo. Experimente passar no quadro o Micro-óleo Starrett M1 com uma flanela, pode ajudar a remover as marcas.
      Boa sorte!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder
  17. Rodrigo

    Fala Edu, Parabéns pelo Sucesso!! Gostaria de saber se pode lavar a bike com lavadora de pressão?? Obrigado

    Responder
    • Edu Capivara

      Oi Rodrigo, se lavar com máquina, terá que desmontar a bike para trocar as graxas!
      Evite jogar nas alavancas de mudança, cubos, pedais e central se não forem blindados.
      Costuma entrar água na caixa de direção e rasgo do quadro para aperto do canote de selim.
      Hoje sai esse vídeo no nosso Canal no Yotube, aproveite para se inscrever lá!
      Abraços;
      Edu Capivara

      Responder

Deixe uma resposta