Vela 1, a nova bike elétrica brasileira

Conforto e acabamento impecável nos colocam definitivamente no mercado das e-bikes (bike elétrica)

O projeto desta elétrica nasceu 2 anos atrás pela vontade e persistência de empresários paulistas, a Vela é uma Startup – grupo de pessoas que cria um modelo de negócio e saem em busca de dinheiro para financiar o projeto. A empresa buscou ajuda no Catarse, uma espécie de fundo coletivo para viabilizar pequenos negócios em diversas áreas. O Catarse coloca em contato empresários e financiadores através de pequenas doações, e em troca desta ajuda, a Startup oferece recompensas criativas.

img_Vela_Bike_Lado

Quadro especial

A elétrica Vela 1 foi integralmente projetada no Brasil, seu quadro, motor e componentes são importados e montados aqui, como acontece com carros e motos, mas alguns itens já estão sendo nacionalizados.

Motores elétricos no cubo da roda exigem muito dos quadros e garfos, por isso a vela utiliza um quadro de cromo-molibdênio (Cr-Mo 4130), finos tubos de aço de alto desempenho, tubos usados na construção de aeronaves e tradicionais no ciclismo desde a década de 70. O motor elétrico está na roda traseira, é um cubo de 160mm de diâmetro e a abertura da traseira do quadro tem 145mm de largura, exigindo fortes gancheiras forjadas, onde foram montados elegantes esticadores de corrente que ajudam muito na hora de centralizar a roda em seu espaço.

mg_Vela_Motor_350W

Motor Bafang (8FUN) de 350W de potência, é discreto e pode receber catracas de 18 a 22 no projeto Vela 1.

Neste primeiro modelo, a Vela disponibiliza 3 tamanhos de quadro, com medidas em centímetros, como ocorre nas Road Bikes. A menor é tamanho 51, para ciclista entre 1,60m a 1.70m. A intermediária tem quadro 55, para ciclistas de 1,65m a 1,75m, e a grande com quadro 59 é para ciclistas de 1,80m a 1,90m.

A bateria fica alojada no seat tube (tubo do canote de selim), por isso ele tem 68mm de diâmetro, exigindo um canto de selim de grande diâmetro. Geralmente as e-bikes (bikes elétricas) tem baterias aparentes, nos bagageiros, no espaço do suporte de caramanhola ou embutidas no down tube (tubo inferior do quadro).

img_Vela_Bike_02

Quadro de Cr-Mo e seat tube (canote de selim) de grande diâmetro são fortes características dessa e-bike.

Bateria cilíndrica

As baterias são normalmente quadradas ou retangulares, mas para a Vela ficar parecida com uma bike convencional, os engenheiros projetaram uma bateria cilíndrica que tem carga independente para a parte elétrica da bike (farol, lanterna e alarme), e para impulsionar o motor.
Não é necessário retirar a bateria do quadro para recarrega-la, basta plugar o fio do carregador na central eletrônica da bike, localizada na parte da frente da bike, entre os tubos superior e inferior do quadro.

A bateria de 36 volts e 365Wh tem 40cm de comprimento, sua autonomia está entre 25 e 35Km dependendo da topografia e peso do ciclista. A recarga com 1 carregador leva 3 horas para ser concluída, mas há possibilidade de usar 2 carregadores ao mesmo tempo, diminuindo esse tempo pela metade.

img_Vela_Bike_Bateria

A recarga da bateria leva 3 horas, mas usando um segundo carregador, o tempo cai pela metade!

Central eletrônica 

Além do motor, a central eletrônica gerencia a iluminação, corte do motor através das manetes de freio e o alarme. Sim, a Vela 1 é uma bike elétrica que tem até alarme! Ela vem com 2 módulos eletrônicos tipo chaveiro, com tampa deslizante, similar aos modelos utilizados nos automóveis. As funções são habilitar o desabilitar o uso do motor, ligar e desligar o alarme e  acionar o sinal sonoro, conhecido nos automóveis como pânico ou localizador. Quando programado, o alarme dispara se a bicicleta for movimentada ou a pedivela girar. É possível usar o farol e a lanterna sem o funcionamento do motor.

Outro ponto importante da central eletrônica é a entrada USB de 5V e 2.0A para recarga de aparelhos.
Como a legislação brasileira exige que os motores das e-bikes tenham no máximo 350W, a Vela 1 tem velocidade máxima de 30 Km/h.

img_Vela_Bike_Central_Eletronica

A central eletrônica da bike fica na frente, entre os tubos superior e inferior do quadro.

img_Vela_Bike_Controle_Alarme

A bike tem desenho clássico, mas os equipamentos são bem modernos, os comandos eletrônicos deste chaveiro provam isso.

Motor

O motor da Vela é o mais leve e confiável das elétricas, o chines Bafang (8FUN) de corrente contínua (DC), com engrenagens e sem escovas. Esta versão para bikes “single” (sem marchas), é potente e divertida, dá conta do recado possibilitando enfrentar subidas pedalando sentado.

O motor entra em funcionamento ao girar a pedivela, acionado por 12 imãs posicionados no movimento central, fazendo a leitura até de pequenos movimentos nesta peça. A energia é contado quando cessa o movimento da pedivela ou quando são acionados os freios, pois as manetes possuem interruptores elétricos.

A bike é muito segura, e ao contrário do que muitos pensam, não coisa de preguiçoso, é necessário pedalar o tempo todo, principalmente na subida, para que o motor continue em atividade, ótima oportunidade de fazer exercício e chegar rápido ao destino sem suar a roupa.

mg_Vela_Motor_02

Acabamento e acessórios

A bike foi feita para durar, os quadros de cromo-molibdênio são soldado com TIG, uma solda resistente, bonita e de pequena dimensão. Ela está disponível em 4 cores, vinho, verde, bege e azul.
Os componentes e acessórios como os bagageiros por exemplo, são de alumínio, raios, parafusos e suportes em inox.

img_Vela_Frente

Conforto e elegância. Guidão com manoplas voltadas para trás mantém o peso do ciclista sobre o selim, com a coluna bem reta.

img_Vela_Manopla

As manoplas podem ser com revestimento em couro sintético costuradas a mão, ou em borracha, com anéis parafusados.

É possível encomendar o modelo básico (bike com paralamas e cobre corrente), ou equipada com 1 ou 2 bagageiros, descanso lateral, cadeados, buzina, carregador e bateria extra, caixotes para carga e até garantia estendida.
A bike vem montada em uma caixa enorme, e é só colocar os pedais e a roda dianteira e sair pedalando.

Principais características da e-bike Vela 1

Quadro 51 rodas aro 26”
Quadros 55 e 59 rodas 700
Pneus 700×35
Freios V-brake
Guidão ergonômico que direciona a maior parte do peso para o selim, para que o ciclista pedale com a coluna ereta
Garfo e avanço oversize
Pedivela single com coroa de 44 dentes
Cubo traseiro com motor de 350W e catraca simples, com opção de escolha 18, 20 ou 22 dentes
Farol e lanterna LED com carga independente na bateria
Bateria removível de 365Wh
Selim com opções de molas duras ou macias
Manoplas em couro sintético costuradas a mão ou manoplas com anéis de fixação parafusados
Para-lamas e cobre corrente na cor do quadro
Fiação embutida no guidão e no quadro
Conduite do freio traseiro embutido no quadro
Caixotes para cargas – pequeno e grande

img_Vela_Bike_Selim

Duas opções de selim, molas macias para ciclistas até 100kg, ou molas mais duras para ciclistas acima deste peso.

img_Vela_Bike_Caixote

Caixotes para carga pode ser colocados nos bagageiros, facilitando carregar pequenos objetos. Na traseira, o caixote grande leva até 25Kg de carga.

Garantia

Quadro:  5 anos
Componetes:  1 ano

Pesos

Bicicleta 17Kg
Bateria 2kg
Motor 2.9Kg

As bikes elétricas são uma realidade e uma necessidade mundial, estão disponíveis em todas as modalidades e tamanhos de roda, executivos, entregadores, idosos, deficientes e pessoas comuns podem se beneficiar desta pratica opção de transporte, chegando rápido ao seus destinos, fazendo exercício e protegendo o meio ambiente.

Quem experimenta se apaixona, comigo foi assim!

Bom pedal!

 

 

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Carretinha para aumentar a capacidade de carga da bike

Carretinha para aumentar a capacidade de carga da bike

Como fazer uma carretinha para rebocar com a bicicleta? Por mais que a gente queira usar a bike como meio de transporte, como usamos um carro, temos que respeitar as limitações que ela tem, levar certa quantidade carga é uma delas, e não tem nada de mal nisso, a bike...

Click’r, o pedal de encaixe fácil de usar

Click’r, o pedal de encaixe fácil de usar

Shimano Click’r, esse pode ser seu primeiro pedal de encaixe!  Nós já falamos algumas vezes sobre as vantagens de pedalar com pedais de encaixe, também conhecidos como Pedais Clip. É a única forma de pedalar aplicando força com as duas pernas ao mesmo tempo. Sem esse...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter