Como montar uma bike de BMX

Com menos itens para instalar, é fácil montar uma BMX em casa!

Seguindo a tendência mundial, novas pistas de Dirt Jump, Park e Pump Track estão sendo construídas em várias cidades do Brasil, e essas modalidades vem recuperando a cada dia o espaço perdido para o MTB, lembrando que o auge do BMX foram as décadas de 80 e 90, mas ele está mais presente que nunca, então que tal montar uma bike profissional pra isso?

QUADRO
Nós escolhemos a Master modelo Tarja Preta, um quadro nacional feito a mão no capricho, essa marca tem 26 anos de tradição nisso, e só de olhar dá pra ver o capricho nos detalhes, no desenho,nas soldas perfeitas, gancheiras cortadas a laser, o kit completo tem quadro, garfo, guidão e coroa.

img-Montando_BMX_em_Casa_02

Tradicional no mercado BMX nacional, as bikes da Master são feitas a mão e rica em detalhes, da solda a pintura.

img-Montando_BMX_em_Casa_09

O imponente brasão Master Bikes gravado a baixo relevo no headtube.

Então vamos começar!

MOVIMENTO DE DIREÇÃO
O primeiro passo é colocar a caixa de direção pra poder instalar o garfo, mesa, guidão manete e manoplas, ela usa caixa de direção integrada, mas é bem diferente daquela usada na MTB, ela tem 45mm de diâmetro e a lateral é inclinada 45º. A instalação é simples, usando a prensa ou um parafuso de 5/8 e arruelas, você conclui em poucos segundos, veja os detalhes nesse post:  http://www.pedaleria.com.br/ferramenta-para-montar-caixas-de-direcao/

img-Montando_BMX_em_Casa_03

Caixa de direção Integrada 45º x 45mm.

CENTRAL e PEDIVALA
O próximo passo é o central. Nesse tipo de quadro montamos o central para pedivela 3 peças, ele usa rolamentos instalados direto no quadro, sem caixas, e como o eixo tem que ser instalado antes do segundo rolamento, não dá pra utilizar a prensa ou o parafuso 5/8, ele é montado encaixando os rolamentos com um martelo de poliuretano. Dá pra usar um martelo convencional, apoiando uma madeira no rolamento para amortecer as pancadas.
As pedivelas 3 peças usam eixo de grande diâmetro com entalhes nas pontas, e os braços são tubulares, tudo em Cromo Molibdênio. Instalando a coroa já dá pra colocar os braços e apertar tudo.

img-Montando_BMX_em_Casa_04

Movimento central MID – rolamentos direto no quadro.

img-Montando_BMX_em_Casa_05

O conjunto pedivela 3 peças com braços tubulares e eixo com entalhes nas pontas, aceita coroas de 25 a 30 dentes.

img-Montando_BMX_em_Casa_05A

SELIM
O selim Combo ou Tripod são os mais indicados, nestes modelos o canote já vem integrado a base do selim, fica bem leve, seu  canote de 1 polegada (25,4mm) é em alumínio e a braçadeira para canote de selim tem 28,2mm.

img-Montando_BMX_em_Casa_06

Selim “Combo”, canote e selim na mesma peça.

FREIO
Agora o freio traseiro – quase sempre elas só usam apenas 1 freio, re esse aqui é um U-brake, ele é mais forte que os V-brake, e os pinos do quadro tem mas de 8mm de diâmetro. Para a insntalação ficar perfeita é bom dar uma lixadinha nos pinos pra tirar tinta e resíduos, e claro, engraxar bem os pinos antes de instalar os freios. Vamos posicionar o conduíte e o cabo, quando ela estiver com a roda, a gente regula o freio.

img-Montando_BMX_em_Casa_07

Certas modalidades do BMX utilizam freio apenas na roda traseira.

img-Montando_BMX_em_Casa_08

Freio “U-brake” – tradicional nesse tipo de bike, é mais reforçado que os V-brake das MTB.

RODAS
Esse quadro exige cubo traseiro com eixo de 14mm, cubo profissional com pinhão de 9 dentes é o mais recomendado, mas como a bike é para um garoto de 11 anos, vamos instalar um cubo com rosca para roda livre, ele vai rodar com uma relação um pouco mais leve agora no início, com uma catraca de 16 dentes, mas em pouco tempo ela irá receber o cubo com freehub.

img-Montando_BMX_em_Casa_10

O quadro Master tarja Preta tem gancheiras com abertura de 14mm, e o cubo pode ter cog de 9 dentes no freehub.

PNEUS
Para as modalidades Freestyle, Park, Pump Track e Dirt Jump os pneus são largos e com desenhos baixos, essas bikes rodam com muita pressão nos pneus, cerca de 110PSI, e eles são muito leves.

img-Montando_BMX_em_Casa_12

Os pneus 20×2.20 com faixa branca deram um ar nostálgico a essa BMX, e podem rodar com 110PSI de pressão.

Com as rodas colocadas, podemos instalar a corrente, ajustar o freio e colocar os pedais. Lembre que os pedais tem lado certo e as roscas tem sentidos diferentes, o pedal direito é o R, ele tem rosca normal, o esquerdo é o L, sua rosca é anti-horária – rosca contrária, e não esqueça da graxa.

img-Montando_BMX_em_Casa_11

Essa BMX vai fazer muito sucesso nas pistas, e como meu início de carreira foi nessa modalidade, com certeza vou curtir muito essa bike, mas antes terei que convencer o dono a me emprestar!

Bom pedal!

 

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter