Coroas Narrow Wide Ovais

Coroas ovais são uma realidade presente em diversas modalidades, mas tem novidade por aí!

As coroas ovais surgiram na década de 80 e desapareceram no início da década de 90. Naquela época, era comum ver vários modelos de MTB equipadas com pedivelas triplas com coroas ovais Biopace, nome dado pela Shimano às suas coroas.

Comparadas aos modelos atuais, as antigas coroas ovais eram muito diferentes, com a elipse em outras posições, elas atuavam em ângulos de cobertura diferentes.

img-Pedivela_Biopece

Entre as décadas de 80 e 90 surgiram várias versões de pedivelas com coroas Biopace.

Muita coisa mudou de lá pra cá, e as coroas ovais estão de volta, e não só no MTB, mas nas Road Bikes, Triathlon e até nos velódromos. Mas o que há de novo mesmo é a entrada desse tipo de coroa nos modelos Narrow Wide, já falamos muito delas, coroa única com dentes estreitos e largos alternadamente, que ocupam por completo as cavidades das correntes, e os dentes são 25% mais altos, minimizando as quedas de corrente quando enfrentamos irregularidades no piso. Esse modelo de coroa equipa boa parte das bikes de XC e de Enduro/All-Mountain.

img_Pedaleria_Coroa_Narrow_Wide_Oval_e_Redonda

Sobrepostas, a coroa oval de 34 dentes é da mesma largura da coroa 36 dentes na posição horizontal.

img_Pedaleria_Coroa_Narrow_Wide_Oval_Dentes

Como todas as coroas Narrow Wide, a oval também tem dentes estreitos e largos alternadamente, justificando o TTT (thick thin thick) gravado na lateral da peça.

Porque oval?

A proposta das coroas ovais é ter mais dentes nas áreas onde conseguimos aplicar mais força nos pedais, conhecidos como “chute” e “puxada”, e menos dentes nas áreas conhecidas como “ponto morto”, entre a Compressão e o Retorno, onde a posição da pedivela é vertical, e não conseguimos aplicar força. Comparando as coroas, notamos que ovais estendem um pouco mais o melhor momento de aplicar a força.

img_Pedaleria_Coroa_Oval_05

Dentro de um círculo equivalente a uma coroa 36 dentes, fica fácil notar a ovalização desta coroa de 34 dentes.

img_Pedaleria_Coroa_Oval_Angulo_de_Atuacao

O ângulo de ataque para o “chute” da pedalada pode chegar a 120º, as coroas redondas alcançam 90º.

As opiniões sobre a eficácia desse tipo de coroa gera discussões acaloradas, pois existem ciclistas favoráveis e contrários ao sistema, mas colocando de lado o gosto pessoal de cada um, estudos comprovam que o leque de cobertura em graus alcançado pelas coroas ovais no momento do chute é superior aos 90º das coroas redondas, variando de 105º a 120º dependendo da ovalização, facilitando a manutenção da Cadência com melhor distribuição de força.

img_Pedaleria_Coroa_Narrow_Wide_Oval

Com visual limpo e curioso, as relações com coroa única ganharam novos membros na família.

Diferente, estratégica e funcional, essa coroa Narrow Wide Oval com 34 dentes parece valer por 3, pois ela equivale a coroa de 30 dentes na menor área (vertical), e a coroa de 36 dentes na maior área (horizontal).

Na loja Pedaleria você encontra as coroas Narrow Wide Ovais da Response para pevidivelas 4 furos BCD 104 ou no formato GXP, com 32 e 34 dentes, além da linha completa de coroas Narrow wide redondas.

Bom Pedal!

 

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter