Mais perigos para ciclistas e bicicletas

Buraco no meio da rua.

Se tem uma coisa que todo ciclista tem medo é de levar um tombo com a bicicleta na rua. E o pior não são os ralados, são os perigos que estão em volta de todo mundo que pedala, como por exemplo:

1) Veículos passando perto demais da sua bicicleta
2) Desníveis no asfalto
3) Galhos secos no chão
4) Cocô de cachorro, gato, cavalo…
5) Óleo no piso
6) Valetas mal projetadas
7) Lombadas
8) Bocas de lobo e bueiros
9) Pedras e detritos de todo tipo
10) Etc, etc e etc

Neste post a gente resolveu colocar mais algumas armadilhas que podem ser evitadas prestando muita atenção ao seu redor enquanto sai por aí com a sua bicicleta. Se você vai pedalar na rua, principalmente em grandes cidades como São Paulo, se preocupe menos com o “passeio” e mais com a segurança. Aliás, não dá pra dizer que pedalar pelas ruas de São Paulo seja propriamente um passeio, em muitos casos chega a ser uma aventura, mas vamos lá, seguindo todas as regras de trânsito e ficando sempre atento dá pra curtir sua pedalada e a sua bicicleta sem riscos.

Meio fio e lombada não combinam com bicicletaMEIO FIO e LOMBADA

Taí uma coisa que não combina com bicicleta. Veja na foto ao lado, ela resume bem o perigo que você corre quando passa pedalando entre a guia e a lombada. Como a gente bem sabe, as lombadas não tem padrões de altura, largura, sinalização e tudo mais, as vezes a gente encontra algumas por aí mais altas do que deveriam ser.

Pois bem, se for inevitável e você precisar passar com a bicicleta por esse espaço, mantenha os pedivelas na posição horizontal e não pedale enquanto estiver passando por alí, dessa forma o risco de pegar os pedais na lombada ou na guia é menor. O ideal mesmo é passar pela lombada. ok?

BURACO ou BUEIRO

Na dúvida, fique com os dois, PROBLEMÕES. Isso é muito frequente nas ruas, bueiros mal instalados, algumas vezes sem tampa, outras vezes com crateras em volta e por aí vai. Nesse caso mais “brando” que flagramos, coube o pé inteiro do Edu Capivara dentro do buraco ao redor do bueiro, agora imagina a roda da sua bicicleta passando por aí. Se você não estiver atento, ao entrar com a roda dianteira nessa armadilha o guidão pode virar repentinamente por causa da pancada e você vai pro chão. A gente vai lançar um vídeo em breve mostrando como você pode escapar dessa armadilha de um jeito bem legal e rápido, mas por enquanto o lance é prestar muita atenção, olhando sempre bem lá pra frente enquanto você pedala, assim dá pra prever se um buraco, defeito no asfalto, um motorista desatento, vai estar no seu caminho e então você se programa pra desviar bem antes.

Bueiro com buraco. Uma armadilha pra você e sua bicicleta

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter