Banho de gato, na bike

Saiba como fazer uma limpeza rápida e eficiente na sua bike

Como já dissemos outras vezes, não se deve lavar bicicletas com mangueira ou máquina de alta pressão, a menos que se vá desmontá-la completamente na sequência. A possibilidade do jato d’água levar terra, areia e sujeira para dentro dos cubos, do central, da caixa de direção é enorme. O serviço que aparentemente é rápido, vira uma armadilha e destrói rolamentos e outras partes, fazendo você gastar mais tempo e dinheiro para colocar tudo em ordem novamente.

A limpeza caseira pode ser profunda e complexa, exigindo recursos como desengraxantes, ferramentas especiais, produtos para proteção e conservação da pintura, escovas e lavador de corrente, cavalete de manutenção, etc, enquanto que o “Banho de Gato”, uma limpeza leve que requer apenas panos, uma escova caseira para lavar pneus e um spray anti-ferrugem à base de óleos minerais e solventes alifáticos, que tem propriedades desengraxantes, como o WD40 por exemplo.

Kit simples para limpar a bike.

Existem empresas especializadas na limpeza de bike, você deve sempre ter o bom senso de levar quando possível a sua bicicleta nesses lugares, deixando a limpeza mais básica, menos pesada para fazer como recomendamos abaixo, onde a bike está suja, não imunda ou enlameada.

Limpando a Relação

A parte mais difícil é a relação (Corrente, coroas e cassete/catraca). Comece por eles. Jogue o spray anti-ferrugem ou spray desengraxante no cassete (ou catraca), cobrindo o disco de freio com outro pano, caso sua bike tenha esse tipo de freio. Com pedaços retangulares de pano, limpe entre as engrenagens (cogs) do cassete. Deslize o pano entre eles, controlando o movimento giratório da peça. Faça isso entre todos os discos.

Jogando WD40 na catraca

Se você tem um cavalete de manutenção, pode trabalhar com a bike suspensa, mas se não tiver, fica mais fácil tirar a roda da bike e apoia-la em algum balcão ou até no tanque de lavar roupas por exemplo. Cuidado com a sujeira! Esse trabalho solta pequenas bolinhas de graxa preta, que é a mistura de óleo velho, terra, e resíduos de desgaste do metal de cada componente, então forre o chão antes de começar o trampo.

Limpeza da catraca Limpando a catraca por trás Catraca limpinha

Nas coroas o procedimento é o mesmo, jogue o spray e passe o pano nos dois lados ao mesmo tempo, depois enfie o pano nas frestas das coroas para alcançar todas as partes. Troque o pano quando ele estiver saturado de graxa.

Limpando as coroas

 

Spray de WD40 nas coroas Limpando as coroas Coroas limpinhas

Para limpar a corrente sem tirá-la, jogue o spray enquanto pedala para trás com as mãos, depois a envolva com o pano, pedale e deixe ela passar com dificuldade (ponha pressão). Repita algumas vezes, observando se está dando resultado. Se ela estiver muito suja (com placas grudadas), limpe com a escova de dentes ou escova pequena. Se sua corrente tiver emenda rápida, tipo power link ou missing link, remova a corrente após passar o pano algumas vezes, enrole-a e use a escova nas laterais dos elos, depois estique-a e passe a escova em toda extensão, para os roletes soltarem a graxa.

Limpando a corrente

Não esqueça de aplicar o óleo de corrente no final do serviço.

Óleo na corrente

Câmbios

Limpando os câmbios

Limpe o câmbio traseiro aplicando uma camada de spray e passando o pano nas laterais das roldanas, hastes das roldanas e corpo. Enfie o pano ou escova de dentes, nas frestas e onde for possível, e para que fique tudo limpo, desloque a corrente das roldanas para o pano ter mais espaço.

Limpando o câmbio traseiro Limpando o câmbio

O câmbio dianteiro é mais simples, porém recebe muita lama e sujeria da roda traseira. Use a escova na parte de trás, junto aos parafusos de regulagem de avanço e retrocesso do transportador da corrente.

Suspensão

Suspensão limpinha

Jogue um pouco de spray nas hastes da suspensão e limpe com pano macio ou guardanapo de papel. Use uma cinta (tay-rap), também conhecida como zip tie para limpar os raspadores (guarda pó) das bengalas. Se sua suspensão utilizar um anel elástico para apertar os raspadores, retire-o com cuidado, utilizando uma chave de fenda fina, sem forçar contra as hastes da suspensão, para não riscá-la.

Limpando a suspensão Limpando a suspensão Limpando a suspensão

Rodas

Se for necessário lavar as rodas com água e sabão, faça isso de forma que não molhe os cubos. Pode ser com a bike no cavalete ou as rodas soltas no tanque. Use escova grande e sabão. Para limpar os raios, pano úmido resolve bem, e tem que fazer isso em um por um, aquela girada de roda com o pano encostando nos raios limpa só um lado.

Quadro

Limpando o quadri também com WD40

O quadro pode ser limpo com pano macio úmido ou o spray usado nas outras partes, a vantagem é que ele repele água e dá um brilho suave.

O resultado dessa limpeza depende do nível do “estrago” após a chuva ou trilha enlameada. Se a bike estiver como a da foto abaixo (caso grave), apele para a mangueira para tirar o grosso, e depois desmonte tudo para fazer direito. Esse é um trampo mega difícil de executar, e se você não tem as manhas do serviço, ou equipamentos e produtos corretos, confie sua bike a um profissional especializado pra fazer a limpeza.

Bike super suja img-bike-suja

 

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter