Lavando e higienizando a garrafinha

Seja lá como for o nome que você dá pra garrafinha, ou caramanhola, ou ainda squeeze, o que importa é mantê-la sempre limpa.

O nome não suja, não cria limo, e muito menos faz mal pra sua saúde, então aqui está o procedimento que você pode fazer a cada 15 dias para manter a garrafinha higienizada de verdade, de maneira simples e barata.

Como lavar a garrafinha

Coloque água até a metade e adicione uma colher de sobremesa de arroz cru. Isso mesmo, arroz cru. Esqueça o alho, a cebola, o óleo e o sal, a gente não vai ensinar você a refogar o arroz do almoço, simplesmente usamos esse artifício para que a fricção do arroz com o interior da garrafa solte o limo (aquela babinha nojenta) que está grudado nas paredes internas da garrafa. Simples assim.

Higienizando a garrafinha

Higienizando a garrafinha

Higienizando a garrafinha

Agora tampe a garrafa e agite bem, por cerca de 30 segundos. Dispense a água normalmente no ralo da pia e o arroz, ah o arroz, você tem que jogar no lixo, é claro. ;)

Desmonte a garrafinha por completo, melhor ainda se o bico for demontável também, lave rapidamente com água corrente tanto fora como dentro da garrafa e depois encha de água até o gargalo para a próxima etapa da limpeza.

Higienizando a garrafinha

Como higienizar a garrafinha

Com a garrafa cheia d’água, adicione uma colher de sobremesa (a mesma do arroz. rsrsrs) de água sanitária e separe um pouco dessa solução em um copo limpo qualquer aí na sua cozinha. Não precisa comprar nenhum produto específico, não precisa lavar com a Wap e muito menos ferver a coitada da garrafa.
Higienizando a garrafinha

Higienizando a garrafinha

 

Em seguida, faça como na foto, vire a tampa para dentro da garrafa e despeje aquela solução com água sanitária que está no copo dentro da tampa.

Higienizando a garrafinha

Deixe a coisa toda descansando por meia hora e siga para a terceira e última etapa

Finalizando a limpeza

Beleza. Passados os 30 minutos, descarte a água e lave com água corrente e um pouquinho de detergente tanto a garrafinha como a tampa e o bico, e se ele puder ser desmontado da tampa, melhor, você pode lavá-lo separadamente.

Higienizando a garrafinha

Deixe tudo secando alí na pia, apoiado em um pano de louça. Pode até ser aquele pano com o calendário de 1992 que a sua mãe comprou na feira, mas do tanto que ele esteja limpo, tá tudo beleza. Assim você evita que qualquer cheiro entre na garrafinha depois desse trampo todo de higienização. ;)

Higienizando a garrafinha

Ah. E e se eu uso mochila de hidratação?

O procedimento é muito semelhante, só não use o arroz, ele pode entupir a mangueira e obstruir o bico. OK? A solução com água sanitária é feita diluindo uma colher de sopa em um litro d’água, veja qual é a capacidade do reservatório da sua mochila e mãos a obra.

Coloque a solução na mochila, feche e pendure em algum lugar para que o líquido preencha a mangueirinha até o bico também. Aguarde 30 minutos e proceda com a lavagem em água corrente para tirar qualquer resíduo de água sanitária. Não deixe secando ao sol e não use o pano de prato para secar o interior do reservatório, a primeira opção resseca o plástico e as borrachas e a segunda pode deixar sua água com gosto de pano ou ainda soltar fiapos que podem entupir o bico de saída com o tempo.

E estas foram as dicas da Pedaleria pra você limpar sua caramanhola corretamente, assim você terá água fresca, limpa, sem gosto e sem cheiro durante suas pedaladas, no que depender da garrafinha higienizada.

<a href="https://pedaleria.com/autor/educapivara/" target="_self">Edu Capivara</a>

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Veja mais

Crescendo no ciclismo com saúde

Crescendo no ciclismo com saúde

Muitos ciclistas querem criar uma rotina de treinos visando participar de competições, mas fazer isso sem orientação acaba levado esse ciclista a outro tipo de rotina, vários dias se recuperando das lesões causadas pelos excessos. Seja um ciclista amador, ocasional,...

Porta objetos para bike

Porta objetos para bike

Existem vários tipos de bolsas para quadro, mas também dá pra fazer modelos personalizados Quando repaginamos a Monark Barra Circular,  eu fiz um porta objetos redondo porque combina com o desenho da bike, agora eu quero propor outros modelos, para quadros...

Repaginamos a Monark Barra Circular

A Barra Circular é uma bike clássica, pau pra toda obra mas que merece um upgrade para virar bike conceito No passado, as bicicletas eram modelos únicos, tinha a masculina e a feminina, e eram usadas para tudo, serviam para o transporte, lazer e competição. Com o...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre-se em nossa Newsletter